.

VOLTAR PARA A PÁGINA INICIAL - BACK TO INDEX

.

ACIDENTES E INCIDENTES COM

HELICÓPTEROS NO BRASIL

.
.

MENU


PÁGINA INICIAL


CLIQUE AQUI E LEIA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS SOBRE AVIAÇÃO E ESPAÇO

ACIDENTES

AÉREOS

NO BRASIL


ACIDENTES

AÉREOS

NO MUNDO


ACIDENTES DE

HELICÓPTEROS

NO BRASIL


.FAÇA SUA ESCUTA AÉREA NOS PRINCIPAIS AEROPORTOS DO BRASIL E DO MUNDO

.ATC- Faça sua

escuta aérea


ASSISTA VÍDEOS DE ACIDENTES

VÍDEOS DE

ACIDENTES


IMAGENS DE

ACIDENTES

NO BRASIL


IMAGENS DE

ACIDENTES

NO MUNDO


CAIXA-PRETA

ACIDENTES

HISTÓRICOS


O ACIDENTE

NO VOO 447

AIR FRANCE


A TRAGÉDIA

COM O FOKKER

100 DA TAM


O DESASTRE

NO VOO 1907

DA GOL


A TRAGÉDIA DE

CONGONHAS

VOO 3054


ACIDENTES

DA TAM


AEROPORTOS

AERONAVES

EMPRESAS

AÉREAS


CURIOSIDADES

LOGOMARCAS

SELOS POSTAIS

INFORMAÇÕES

E SERVIÇOS


.ARTIGOS

LINKS

 Assine meu

Livro de Visitas


All Aviation Sites

SITE DO JORNALISTA JORGE TADEU

BLOG DO JORNALISTA JORGE TADEU

O ARQUIVO DO FUTEBOL

A HISTÓRIA REAL DO ACIDENTE COM O FOKKER 100 DA TAM - VÔO 402

Quer ser um

site parceiro?


ANUNCIE

NESTE SITE


SOBRE O AUTOR

E SUAS FONTES


SOBRE O SITE

FALE CONOSCO
FALE CONOSCO

Designer:

Jorge Tadeu


Índice Geral

 

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

2003

2002

2001

2000

1999

1998

1997

1996

1995

1994

1993

1992

1991

1990

80s

70s

60s

50s


 

2006

.

05 MAI 06 - Particular - Robinson RH 44 - PT-YGG

O helicóptero decolou do aeródromo de Arujá - SP (SSUO) com destino a um heliponto da empresa Max Love Cosméticos, tendo a bordo apenas seu piloto. As condições meteorológicas em rota estavam restritas, com a visibilidade reduzida devido a uma densa cobertura de nuvens a baixa altitude. A aeronave colidiu com árvores próximo ao topo da Serra do Itapeti, no município de Mogi das Cruzes – SP, em um terreno montanhoso com várias elevações. Em seguida, chocou-se violentamente com o solo e incendiou-se, ficando completamente destruída. O piloto faleceu no local.

27 ABR 06 - Plana Brasil Táxi Aéreo - Bell 206 (Jet Ranger) - PT-HOQ

O helicóptero decolou do aeródromo de Campo de Marte (SBMT) para um vôo de inspeção de rede elétrica, contratado pela Eletropaulo. Levava a bordo o piloto e dois funcionários da empresa contratante. Testemunhas informaram que a aeronave aparentemente desviou-se de seu trajeto normal para tentar um pouso de emergência, chocando-se porém com o telhado de um prédio e em seguida com uma via pública, explodindo. Os três ocupantes faleceram no acidente.

Leia Mais: CLIQUE AQUI

23 ABR 06 - Polícia Militar do Estado de Alagoas - Bell 206 (Jet Ranger) - PT-HQY

A aeronave decolou da Academia de Polícia Militar do Estado de Alagoas, em Maceió - AL com destino ao município de Anadia - AL, com o objetivo de prestar socorro às vítimas de um acidente automobilístico num trecho da rodovia AL-450, transportando o piloto e três militares do Corpo de Bombeiros. No retorno, junto com uma vítima do acidente, o piloto percebeu que o helicóptero afundou repentinamente, acendendo-se em seguida a luz de alerta de baixa RPM. Imediatamente, o piloto comandou uma auto-rotação e, como encontrava-se sobre uma lagoa, efetuou uma amerrissagem. A aeronave submergiu, sofrendo graves avarias, mas seus ocupantes não sofreram ferimentos na ocorrência.

31 MAR 06 - Aeroclube do Rio Grande do Sul - Robinson 22 BETA - PP-MAK

O helicóptero decolou de Lages - SC (SBLJ) para Ponta Grossa - PR (SSZW), tendo a bordo apenas o piloto, para uma missão de traslado para manutenção. O último contato feito com o piloto pelo Controle de Tráfego Aéreo de Curitiba (ACC-CW) ocorreu às 13:43 h (local) e a aeronave não chegou ao seu destino. Os destroços da mesma foram localizados somente no dia 13 de abril por moradores da região de Laranjeiras, no município de Taió - SC, em local de difícil acesso, dentro da mata. O piloto faleceu no local.

15 MAR 06 – Escola de Aviação Civil Asas Rotativas - Robinson R 22 - PP-MEJ

A aeronave decolou do Clube de Ultraleves da Graciosa, em Piraquara - PR, para um vôo de instrução, tendo a bordo o instrutor e o aluno. Após a execução de manobras e exercícios de solo e vôo pairado, decolou para o circuito de tráfego e, quando alcançava aproximadamente 200 pés, teve uma parada brusca de motor. O instrutor assumiu os comandos e entrou em auto-rotação, prosseguindo para o pouso em um terreno não preparado. Após o toque, a aeronave tombou, sofrendo danos graves. O aluno feriu-se levemente e o instrutor permaneceu ileso.

03 MAR 06 - SIGMA Serviços Aéreos Especializados - Robinson RH 44 - PP-MOF

O helicóptero decolou do heliponto elevado West Gate (SDWS), em Barueri - SP, com destino ao heliponto Maroun (SJDO), em Ilha Bela - SP, tendo a bordo o piloto e dois passageiros. Logo após a decolagem, a aeronave começou a perder altura, vindo a colidir inicialmente com árvores e em seguida violentamente com o solo, sofrendo graves danos. Os dois passageiros faleceram no acidente e o piloto sofreu ferimentos graves.

16 FEV 06 - Particular - Robinson RH-44 - PR-JAC

O helicóptero decolou do Aeroclube do Espírito Santo (SIUV), em Vila Velha - ES, com o objetivo de embarcar seu proprietário num heliponto localizado no município de Serra - ES. Poucos minutos após a decolagem, o piloto perdeu o controle da aeronave, que ingressou numa curva à esquerda, em espiral descendente, e terminou por colidir com o solo, sofrendo graves avarias. O piloto, única pessoa a bordo, sofreu lesões leves.

11 FEV 06 - Particular - Bell 206 B (Jet Ranger) - PT-HVY

O helicóptero decolou do aeródromo de Novo Hamburgo - RS (SSNH) com destino a um heliponto em uma casa de praia no município de Capão da Canoa - RS, transportando o piloto e uma passageira. Sob condições de mau tempo e baixa visibilidade durante o sobrevôo da Lagoa dos Barros, no município de Santo Antônio da Patrulha - RS, a aeronave veio a colidir com a água, submergindo em seguida e só sendo resgatada com graves danos três dias após o acidente. Os dois ocupantes faleceram no local.

01 FEV 06 - Polícia Militar do Est. de Minas Gerais - Bell 206 B (Jet Ranger) - PP-EJF

A aeronave havia decolado do aeródromo de Carlos Prates (SBPR), em Belo Horizonte - MG para a realização de um vôo de cheque para aquisição de carteira de PPH. Além do instrutor e da aluna em cheque, estava a bordo um passageiro. Após concluir com sucesso um exercício de auto-rotação, a aluna fez o flaire, nivelou os esquis e aplicou o coletivo, parando a 1 metro do solo. Em seguida , ela reduziu o motor na manete de gazes e o helicóptero guinou bruscamente para a esquerda e perdeu altura até tocar o solo, momento em que ocorreu o “flapeamento” da pá, que seccionou a cauda do helicóptero. Os três ocupantes permaneceram ilesos.

22 JAN 06 - Maricá Táxi Aéreo - Esquilo AS 350 B2 - PR-CAV

O helicóptero decolou, tendo a bordo apenas seu piloto, do heliponto da prefeitura do Rio de Janeiro - RJ (SDRJ) com destino ao Estaleiro Verolme, em Angra dos Reis - RJ, onde embarcaria dois passageiros. Após cruzar o setor da Base Aérea de Santa Cruz (SBSC), já próximo ao local de pouso, a aeronave colidiu com o solo (encosta), num ângulo acentuado de picada, vindo a incendiar-se com o choque. A aeronave ficou completamente destruída e o piloto faleceu no local.

2005

29.12.2005 - Secretaria de Seg. Pública e Defesa da Cidadania do Est. do Ceará - AS 350-B2 - PP-EDJ

O helicóptero decolou da Base Aérea de Fortaleza para um vôo local de patrulhamento, com dois tripulantes e três passageiros. No regresso, realizou uma primeira aproximação para pouso, mas decidiu arremeter ainda no ar, curvando à esquerda para nova aproximação. Nesse segundo procedimento, quando enquadrava a reta final, a aeronave perdeu repentinamente altura, chocando-se violentamente com o solo. O piloto, a co-piloto e um passageiro faleceram no local e os demais ocupantes sofreram ferimentos graves. O helicóptero ficou seriamente avariado.

24.12.2005 - Particular - Bell 206 (Jet Ranger) - PT-HJJ

O helicóptero decolou às 21:56 h (local) do aeródromo do Campo de Marte (SBMT), em São Paulo - SP, transportando passageiros para uma fazenda localizada no município de Atibaia - SP. Decidiu retornar sozinho às 23:50 h (local), mas após decolar, voou cerca de 600 metros e colidiu violentamente com o solo. A aeronave ficou completamente destruída e o piloto faleceu no local.

21.12.2005 - Heli Rio Táxi Aéreo - AS-350 BA (Esquilo) - PT-YYY

Tratava-se de um vôo local de recheque, tendo o helicóptero decolado do Aeroporto de Jacarepaguá - RG (SBJR) com o checador e o piloto. Durante a realização de um dos procedimentos, o piloto perdeu momentaneamente o controle da aeronave, que tocou o rotor de cauda no solo. Em seguida, ocorreu a perda total de controle e o helicóptero chocou-se com o solo, danificando seriamente toda a sua estrutura. O checador sofreu ferimentos leves, mas o piloto permaneceu ileso.

17.12.2005 - Helimed Aerotáxi - AS-350 B2 (Esquilo) - PT-HZT

O helicóptero estava decolando do Aeroporto da Pampulha (SBBH), em Belo Horizonte - MG , com o piloto e seis passageiros. Estava previsto um vôo de cinco minutos até o bairro de Vera Cruz, onde desceria em um campo de futebol para um evento natalino (Papai Noel). Quando a aeronave iniciou a transição para o vôo pairado, assumiu uma atitude picada sem comandamento. Foi realizada uma tentativa de retornar ao solo, quando o helicóptero iniciou um processo de ressonância. O piloto tentou interromper esse processo, mas a aeronave iniciou um giro sem controle no sentido horário e colidiu o rotor principal com o solo, parando em seguida com avarias graves. Apenas um passageiro sofreu ferimentos leves.

Leia Mais: CLIQUE AQUI

15.12.2005 - Aeróleo Táxi Aéreo - Bell 412 SP - PT-HUV

O helicóptero decolou do Aeroporto de Macaé - RJ (SBME) com destino à plataforma da Petrobrás P-32, tendo a bordo os dois pilotos e sete passageiros. Ao nivelar em 2.500 pés, com aproximadamente 20 minutos de vôo, o Cmte. detectou uma indicação de baixa pressão do óleo de lubrificação da transmissão. Decidiu pelo retorno a Macaé, porém ao baixar para 500 pés, teve a indicação de luz de limalha na transmissão, seguida de um estampido e ruídos anormais. Decidiu pelo pouso na água, procedimento em que os dois flutuadores estouraram. A aeronave, permaneceu flutuando por tempo suficiente para permitir o abandono por todos os ocupantes, que saíram ilesos do acidente. A aeronave submergiu completamente, acarretando perda total da mesma.

11.11.2005 - Particular - Robinson R-22 - PT-YCZ

A aeronave havia decolado do Aeroporto de Campo de Marte (SBMT) para um vôo de aeroreportagem sobre a cidade de São Paulo, tendo a bordo o piloto e um passageiro. Durante o vôo, o piloto sentiu uma forte guinada da aeronave, seguida de um disparo de rotação do motor e do acendimento da luz de engrazamento do motor para a transmissão. O piloto decidiu realizar uma auto-rotação para um pouso de emergência na avenida que margeia o Rio Pinheiros, porém ao realizar o pouso, o helicóptero chocou-se com um automóvel, sofrendo graves avarias. Seus ocupantes saíram ilesos e não houve vítimas no solo.

12.10.2005 - Polícia Militar do Est. do Rio de Janeiro - AS-350 (Esquilo) - PP-EPN

Tratava-se de um vôo de demonstração de técnicas operacionais com utilização de helicóptero, realizado durante um evento promovido pela Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro. A bordo, estavam dois tripulantes e três passageiros (todos policiais). Durante a realização de um rapel em que dois policiais desciam pela corda, não foi percebido que a mesma não chegava ao solo e, em conseqüência, um dos policiais soltou-se e caiu de uma altura de cinco metros, sofrendo fraturas na perna e no braço. Não houve danos à aeronave.

15.09.2005 - Rangel Escola de Pilotagem - Robinson R-22 BETA- PT-YBO

Com dois tripulantes a bordo, o helicóptero decolou do Campo de Marte (SBMT), em São Paulo - SP para um vôo de instrução. Durante a realização de uma manobra de auto-rotação, a aeronave experimentou uma perda de rotação com conseqüente perda de sustentação. O instrutor tentou corrigir a atitude, porém não obteve sucesso, colidindo com o solo e pilonando em seguida. O helicóptero teve danos graves, mas seus ocupantes saíram ilesos.

09.08.2005 - Particular - Robinson R-44 - PT-YAI

O helicóptero decolou de um sítio localizado a 7 km do município de Rio Verde do Mato Grosso - MS, com o piloto e três passageiros a bordo, a fim de realizar um vôo panorâmico sobre a cidade. Após cerca de 10 minutos, a aeronave foi avistada realizando uma passagem a baixa altura sobre a Fazenda Marcela, de propriedade do pai de um dos passageiros. Durante esse sobrevôo, o helicóptero colidiu com uma rede de alta tensão, projetando-se contra o solo. Após a colisão, ocorreu o incêndio do helicóptero, que ficou totalmente destruído. Os quatro ocupantes faleceram no local.

03.08.2005 - Helisanta Táxi Aéreo - Bell BH-206 (Jet Ranger) - PT-HPI

O helicóptero decolou do Aeroporto de Lajes (SBLJ) para realizar inspeção de rede elétrica nas proximidades do município de Anita Garibaldi - SC, tendo a bordo o piloto e três passageiros. Cerca de 50 minutos após, a aeronave colidiu com um cabo de aço da rede de transmissão, perdendo o controle e precipitando-se sobre uma área montanhosa com floresta relativamente densa, próxima à localidade de Lagoa da Estiva. Todos os quatro ocupantes faleceram no local e a aeronave ficou completamente destruída.

14.07.2005 - Particular - Robinson R-44 - PT-YPW

O helicóptero decolou do heliponto da Praia do Morcego (SIPM), em Angra dos Reis - RJ com destino ao Heliponto da Lagoa (SDHL), no Rio de Janeiro - RJ, tendo a bordo o piloto e dois passageiros. Quando sobrevoava a região serrana do Pico do Papagaio, o piloto decidiu realizar um pouso no terreno particular de um amigo. Durante o pouso o rotor de cauda da aeronave chocou-se com o muro que cercava o terreno, ocasionando a perda de controle da mesma, que veio a colidir com o solo. A aeronave sofre danos estruturais graves, porém seus ocupantes nada sofreram.

17.05.2005 - Aeroclube do Brasil - SAS 269-C - PT-YZS

O helicóptero havia decolado do Aeroporto de Jacarepaguá - RJ (SBJR) para um vôo de instrução. Após a aproximação para a cabeceira 12, o aluno realizou o pouso na área de “zebra”, mas ao tocar no solo e começar a reduzir o coletivo, iniciou-se uma forte vibração em toda a aeronave. O instrutor ainda tentou afastar o helicóptero do solo, mas não obteve êxito. A vibração provocou choques repetidos dos esquis com o solo, culminando com a fratura do rotor principal e o desprendimento do conjunto de pás, constituindo graves danos em toda a aeronave. Seus dois ocupantes, entretanto, saíram ilesos.

04.04.2005 - FEEMA Fund. Est. do Meio Ambiente - MT - HB 350-B-2 (Esquilo) - PP-EMT

O helicóptero decolou à noite do Grupamento de Rádio Patrulha Aérea da Polícia Militar do Mato Grosso, em Várzea Grande - MT para atender a um acidente com vítimas na BR 364, próximo à Serra de São Vicente. A bordo encontravam-se os dois pilotos e dois integrantes do Grupamento. Próximo à referida serra e encontrando condições de visibilidade deteriorada, com a presença de névoa úmida e teto baixo, o piloto tentou retornar, mas ao iniciar uma curva à direita, a aeronave ingressou em uma área com poucas referências visuais, vindo a colidir com o solo a cerca de 800 metros da estrada. Três ocupantes faleceram no local e o comandante sofreu ferimentos graves, ficando a aeronave completamente destruída.

12.01.2005 - IBAMA - HB-350 B (Esquilo) - PT-HMP

O helicóptero decolou do Aeroporto de Santarém - PA (SBSN) com destino ao aeródromo de Almeirim - PA (SNYA), com dois pilotos e três passageiros a bordo. Encontrando meteorologia adversa na rota, seguiu para Altamira - PA. Sobre o município de Santarém - PA, a 2.500 pés de altitude, acendeu-se a luz indicadora de limalha no sistema de óleo do motor. Após cerca de um minuto, os ocupantes escutaram um forte estrondo, seguido de apagamento do motor. A tripulação executou um pouso em auto-rotação em uma plantação de palmeiras, porém colidindo com obstáculos do terreno, a aeronave tombou à esquerda, sofrendo danos graves. Os ocupantes, entretanto, permaneceram ilesos.

12.01.2005 - BHS Táxi Aéreo - Sikorski SK- 76 A - PP-MCS

O helicóptero estava realizando giros de manutenção no pátio da empresa no Aeroporto de Macaé - RJ (SBME), com dois pilotos e três passageiros a bordo. O piloto conduzia a aeronave em rolamento a 10 pés de altura, quando ocorreu a perda de controle seguida de colisão com o solo, o que fez com que a mesma tombasse para a esquerda, sofrendo danos graves. Os cinco ocupantes, porém, permaneceram ilesos.

,

2004

.

26 SET - Particular - Robinson R-44 - PT-YAI

A aeronave decolou de um sítio a cerca de um quilômetro do município de Populina - SP, para a realização de um sobrevôo da cidade, tendo a bordo o piloto e dois passageiros. Cinco minutos após a decolagem, a aeronave começou a perder altura, vindo a colidir com um poste de iluminação pública, em seguida com o telhado de um posto de gasolina e finalmente com o solo, sofrendo danos graves. Os três ocupantes, porém, saíram ilesos.

24 SET - Particular - Robson R-44 - PP-MJR

O helicóptero decolou do heliponto do banco Bradesco (SDHB), em Osasco - SP para um vôo local de filmagem para uma rede de televisão, tendo a bordo o piloto e dois passageiros. Após transcorridos 15 minutos de vôo, a aeronave apresentou um disparo de rotação do motor. O piloto decidiu realizar o procedimento de auto-rotação em direção a uma área de terra. Com o pouso brusco, o rotor principal chocou-se com o solo, vindo a aeronave a perder a estabilidade, o que resultou na quebra e separação do rotor de cauda, sofrendo, portanto avarias graves. Todos os ocupantes permaneceram ilesos.

24 SET - Sec. Defesa Social de Pernambuco - AS 350 B-2 (Esquilo) - PP-EDS

O helicóptero estava participando de uma operação de repressão ao plantio de drogas, realizando vôos entre algumas áreas no Estado de Pernambuco. Nesse dia, havia decolado, com três tripulantes, de uma base de operações, para resgatar uma equipe de três homens em uma área de plantio. Quando o último passageiro adentrou a aeronave, apoiou-se nos suspensórios do assento do piloto, que desequilibrou-se e comandou inadvertidamente a aeronave para trás, resultando no choque do cone de cauda com o solo. O piloto ainda tentou ganhar altura, mas a aeronave chocou-se novamente com o solo, vindo a pilonar, o que provocou avarias graves. Um dos passageiros feriu-se levemente e os demais saíram ilesos.

30 AGO - Particular - Agusta A-119 - PR-HVR

Com o piloto e cinco passageiros, o helicóptero decolou do heliponto Málaga, em Osasco - SP, para um vôo de demonstração do equipamento para integrantes do Governo do Estado da Bahia. Após a decolagem, a aeronave apresentou perda de rotação, tendo o piloto decidido por um pouso forçado no pátio de uma fábrica a cerca de 300 metros do local de partida. Depois de tocar o solo e devido ao declive do mesmo, a aeronave iniciou um deslocamento lateral de 15 metros, parando junto a uma grade da fábrica, tendo sofrido avarias graves. O piloto sofreu ferimentos leves, mas os demais ocupantes permaneceram ilesos.

20 AGO - Helibarra Táxi Aéreo - Eurocopter EC-120B Colibri  - PR-HBR

O helicóptero, somente com o piloto a bordo, decolou do Aeroporto de Jacarepaguá - RJ (SBJR) com destino a Cabo Frio - RJ (SBCB). O plano de vôo previa a manutenção de uma altitude de 500 pés pelo litoral, mas ao cruzar a “boca da barra”, o piloto começou a baixar o nível de vôo, na tentativa de manter o vôo visual com o terreno, devido a intenso nevoeiro na área. Com a piora das condições meteorológicas, o piloto prosseguiu diminuindo a altitude e a velocidade, até que ocorreu a colisão do rotor de cauda com a água, seguida de pouso no mar. O helicóptero submergiu completo, mas o piloto abandonou a aeronave apenas com ferimentos leves.

04 AGO - Departamento de Polícia Federal - AS-350 B2 (Esquilo) - PR-HFB

A aeronave realizava um deslocamento visual de Ponta Porã - MS para a Fazenda Uivaer, no município de Coronel Sapucaia - MS, onde se desenvolvia uma operação de combate ao narcotráfico. Estavam a bordo, além dos dois pilotos, três de delegados e um operador aerotático. Na aproximação para o pouso no destino, a cerca de 10 metros de altura, a aeronave sofreu uma guinada para a esquerda, seguida de um giro de cauda à direita, com aproximadamente três voltas completas em torno do eixo vertical. Sem conseguir recuperar o controle, a aeronave projetou-se contra o solo, sofrendo danos graves. O operador aerotático faleceu no local, os pilotos sofreram lesões graves e os demais ocupantes lesões leves.

22 JUL - BHS - Brazilian Helicopter Services Táxi Aéreo - Sikorski S-76 - PP-MYM

O helicóptero decolou do Heliponto São Tomé (SBFS), em Campos - RJ, com dois tripulantes e dez passageiros a bordo às 07:35 h (local). Pousou no navio FPBRASIL, onde desembarcou um passageiro e seguiu em direção à plataforma P-31 da Petrobras. Após cerca de 5 minutos, já configurado para o pouso e a 500 pés sobre a água, acendeu-se a luz de limalha do motor esquerdo, seguida de um estrondo nesse motor. Na seqüência, ocorreu perda de rotação do rotor principal e queda na potência de ambos os motores. O helicóptero bateu na água com baixa velocidade, mas grande razão de descida e atitude cabrada, afundando rapidamente. Seis passageiros morreram, dois passageiros e dois tripulantes sofreram ferimentos graves e um passageiro feriu-se levemente. O helicóptero teve perda total.

20 ABR - Líder Táxi Aéreo - Sikorski SK-76 - PT-YBG

A aeronave decolou do Aeroporto de Macaé - RJ (SBME) para um vôo noturno de manutenção, com o objetivo de verificar seu sistema EFIS. Após subir para 700 pés de altitude, iniciou uma curva à esquerda para o circuito de tráfego, quando se acenderam as luzes de “porta aberta” para a traseira esquerda e a dianteira direita. Logo em seguida, na curva da perna do vento para a cabeceira da pista, acendeu-se a luz de alarme do trem-de-pouso. Enquanto a tripulação checava esses alertas, a aeronave continuou a curva descendente, vindo a chocar-se com a copa de algumas árvores e em seguida com o solo, sofrendo avarias graves. Dos ocupantes, o comandante saiu ileso e o co-piloto e o mecânico tiveram lesões leves.

11 FEV - EDRA Aeronáutica - SA- 269 C - PT-YVE

O helicóptero decolou de um heliponto localizado no município de Ipeúna - SP, para um vôo local de instrução, tendo a bordo o instrutor e o aluno. Com cerca de trinta minutos de vôo a aeronave colidiu com um fio de rede elétrica de baixa tensão próximo à Fazenda Chapada Verde, em Itirapina - SP. O fio prendeu-se ao rotor principal e também ao de cauda, ocasionando a perda de controle da aeronave, que chocou-se violentamente com o solo, sofrendo sérias avarias. Os dois ocupantes faleceram no local.

31 JAN - Helisul Táxi Aéreo - Bell- 206 L (Jet Ranger) - PT-YEF

O helicóptero decolou da base de operações Porto Passarinho, operada pela Petrobras em Porto Urucu - AM, para o transporte de técnicos da empresa para uma clareira em meio à selva amazônica. Após desembarcar a equipe, o piloto efetuou a decolagem da clareira, mas na tentativa de livrar as copas das árvores, a aeronave perdeu parte do cone de cauda, perdendo conseqüentemente o controle, colidindo com as árvores e em seguida com o solo. A aeronave sofreu danos graves e o piloto faleceu no acidente.

,

2003

.

23 DEZ - Particular - Robinson RH-22 - PP-MRG

No dia 23 de dezembro o helicóptero decolou de São Paulo com destino a Paraty às 11:48h, por volta das 13:30h o Sistema de Busca e Salvamento recebeu informação de que um transmissor de emergência (ELT) havia sido acionado na região de Paraty. No dia 26 de dezembro as equipes de salvamento encontraram a aeronave com danos bastante graves e o piloto morto em conseqüência do acidente.

01 DEZ - Particular - Bell BH-206 B (Jet Ranger) - PT-HHV

O helicóptero decolou do Aeroporto de Bacacheri (SBBI), em Curitiba - PR, para um vôo local com sobrevôo da cidade, com cinco pessoas a bordo. Cerca de três minutos após livrar o tráfego ocorreu falha de motor. O piloto executou uma auto-rotação prosseguindo para um pouso de emergência num pátio de estacionamento de automóveis. Na aproximação a aeronave tocou seus esquis em uma linha de alta tensão que cortou o cone de cauda atrás do estabilizador horizontal. Sem controle, a aeronave cortou galhos de uma árvore, girou cerca do 90º à direita e colidiu o rotor principal com o telhado de um depósito existente no local, chocando-se em seguida com o solo. A aeronave sofreu danos graves, mas seus ocupantes permaneceram ilesos.

26 NOV - Prática Táxi Aéreo - Bell BH-206 B (Jet Ranger) - PT-HKM

O helicóptero decolou de Fortaleza (SBFZ) com plano de vôo para o heliponto da Base de Paracuru (SNHB), respectivamente capital e município do Ceará. Durante o vôo o destino foi alterado para São Benedito - CE, a fim de transportar dois passageiros daquela localidade para Fortaleza. No regresso para Fortaleza, após 01:09h de vôo, próximo à cidade de Apuiares - CE, em vôo de cruzeiro, a aeronave apresentou perda de potência, obrigando o piloto a realizar um pouso forçado. A aeronave ficou gravemente danificada, o piloto sofreu ferimentos leves e os dois passageiros saíram ilesos.

23 NOV - CGOA / Governo do Est. do RJ - AS-350 (Esquilo) - PP-EVC

O helicóptero foi acionada no Heliporto da Lagoa (SDHL), no Rio de Janeiro - RJ, para dar apoio a uma equipe da Polícia Civil no Morro dos Macacos, no bairro de Vila Isabel, tendo a bordo o piloto e quatro passageiros. No retorno da missão o piloto resolveu fazer uma avaliação visual de um local no Morro dos Cabritos, no bairro de Copacabana, onde são realizados treinamentos de embarque/desembarque de tropas especiais da polícia. Após realizar o sobrevôo, quando já iniciava a subida para retornar ao Heliponto da Lagoa, o esqui da aeronave prendeu-se em uma árvore, ocasionando a perda de controle e sua colisão com o solo. A aeronave sofreu danos graves, três passageiros sofreram pequenas escoriações e o piloto e o outro passageiro saíram ilesos.

13 NOV - Particular - Robinson RH 44 - PT-YMW

O helicóptero realizava um vôo de transporte do seu proprietário de Brasília - DF (SBBR) para Goiânia - GO (SBGO). Encontrando condições meteorológicas desfavoráveis para o vôo visual, o piloto decidiu efetuar um pouso de emergência na lateral da rodovia BR-060 para aguardar que as condições melhorassem. Após a terceira tentativa de decolagem e encontrando sempre condições desfavoráveis, o piloto optou por prosseguir o vôo e após voar por cerca de 800 metros, colidiu com uma árvore, indo de encontro ao solo onde explodiu. O piloto e o passageiro faleceram no local e a aeronave sofreu danos graves.

13 NOV - Helisul - Bell BH 206 L-4 Jet Ranger - PT-YEE

O helicóptero havia voado da base da Petrobras em Porto Urucu - AM por volta das 16:30 h com destino à clareira nº 4 da base da empresa em Porto Passarinho, todo o trecho dentro do estado do Amazonas. Após embarcar cinco passageiros em Porto Passarinho, a aeronave decolou às 17:00 h e ao livrar as copas das árvores em torno da clareira, houve perda súbita de potência do motor, tendo o piloto decidido retornar ao solo. Porém não obteve sucesso e a aeronave colidiu com as árvores a aproximadamente 200 metros do ponto de decolagem. A aeronave sofreu sérios danos, duas pessoas faleceram no local e três ficaram gravemente feridos.

25 OUT - Helipoint Clube de Helicópteros - Robinson R-22 - PP-MIL

O helicóptero decolou do Campo de Marte (SBMT), em São Paulo - SP, para um vôo de instrução local, tendo a bordo o instrutor e o aluno. Durante a realização de uma manobra para treinamento de auto-rotação, ocorreu a perda de controle da aeronave, seguida de violenta colisão com a pista. Com o impacto, o helicóptero incendiou-se, arrastando-se por cerca de 40 metros até a parada total, quando houve uma explosão. Os bombeiros do aeroporto atuaram rapidamente e os ocupantes foram retirados dos destroços com vida, apesar de gravemente feridos. O instrutor, porém, veio a falecer posteriormente.

02 OUT - Particular - HB-350 B (Esquilo) - PT-HMS

O helicóptero, tendo a bordo o piloto e dois passageiros, decolou do Campo de marte (SBMT), em São Paulo - SP, para um vôo de manutenção operacional do piloto e cheque dos sistemas da aeronave após inspeção. Pretendia-se realizar um treinamento de pane hidráulica simulada. Após efetuar o corte do sistema hidráulico, próximo ao toque, o assento do piloto deslizou em seu trilho, fazendo com que o mesmo perdesse o controle da aeronave, que terminou chocando-se violentamente com o solo. Um dos passageiros sofreu ferimentos leves e os demais ocupantes saíram ilesos. A aeronave sofreu danos graves.

02 SET - Particular - Robinson R-22 - PT-YPJ

O helicóptero decolou do Aeroporto de Jacarepaguá (SBJR), no Rio de Janeiro - RJ, para um vôo de instrução (pré-solo). O treinamento consistia em vôo pairado sobre a pista. Ao realizar uma das manobras o aluno iniciou uma curva inadvertida para a direita. O instrutor tentou corrigir, mas não conseguiu superar a força aplicada nos comandos pelo aluno. O helicóptero tocou o esqui direito no solo e a potência aplicada fez com que o giro para a direita aumentasse. Colidiu então as pás do rotor principal com o solo, causando avarias graves na aeronave. Instrutor e aluno, porém, permaneceram ilesos.

22 AGO - Aeróleo Táxi Aéreo - Sikorski SK- 76 A - PT-YAU

O helicóptero, com dois tripulantes, havia decolado do Aeroporto de Macaé - RJ (SBME) para realizar um vôo de treinamento de procedimentos de emergência na área operacional do próprio aeródromo. O co-piloto em instrução realizava a quarta “perna do quadrado” deslocando-se para trás aproado com o vento, quando o helicóptero iniciou movimentos descontrolados de arfagem e rolamento. O instrutor assumiu os comandos mas não conseguiu evitar a colisão das pás do rotor principal com o solo, o que provocou danos graves à aeronave. Os tripulantes sofreram ferimentos leves.

09 JUL - Helisul Táxi Aéreo - HB-350 B (Esquilo) - PT-HLO

O helicóptero, transportando dois tripulantes e três funcionários do IBAMA, decolou de Rio Branco (SBRB) para a Fazenda Novo Macapá, no município de Boca do Acre, para fiscalizar área de floresta no Estado do Acre. Após cerca de 3 horas de vôo, foi solicitado pelos fiscais que se realizasse um pouso em uma área livre em meio à mata. Durante o procedimento, a aeronave desestabilizou-se devido às características irregulares do terreno (inclinado) e o rotor principal chocou-se com algumas árvores, tombando para a esquerda e sofrendo avarias graves. Dois passageiros ficaram gravemente feridos e os demais sofreram ferimentos leves.

05 JUL - BHS - Brazilian Helicopter Services - Sikorski S- 76 A - PT-YVM

O helicóptero, que transportava pessoal da Petrobrás na Bacia de Campos - RJ, havia decolado do Farol de São Tomé e pousado na plataforma petrolífera Marlim, decolando em seguida com dois tripulantes e três passageiros para o navio de apoio Toisa Mariner. Chegando ao navio, colidiu o rotor de cauda com o mastro da embarcação, perdendo o controle e caindo no mar, onde afundou. Os destroços e os corpos dos cinco ocupantes foram localizados a 820 metros de profundidade.

20 JUN - Particular - Robinson RH 22 - PT-YJG

O helicóptero, com seu piloto e um passageiro a bordo, voava do Aeroporto de Bacacheri (SBBI), em Curitiba - PR, para o Heliponto Esplanada das Marinas (SSEM), em Balneário Camboriú - SC. Antes de decolar, o piloto solicitou autorização para efetuar um pouso ainda em Curitiba (próximo à CEASA) para em seguida se dirigir a Balneário Camboriú. Após decolar desse local, o helicóptero perdeu altura, vindo a cair na Lagoa Areal dos Parolins, onde afundou, sofrendo em conseqüência danos graves. Os dois ocupantes sofreram ferimentos leves.

12 MAI - Edra Aeronáutica - AS-269 C-1 - PP-MAV

O helicóptero havia decolado do heliponto Helipark (SIAV), em Carapicuíba - SP, para um vôo de instrução, tendo a bordo o instrutor e o aluno. Em um dos procedimentos de aproximação e pouso, o motor começou a falhar, provocando na aeronave guinadas para a direita. Percebendo que a falha do motor se intensificava, o instrutor optou por subir até 3.200 pés e retornar para o Helipark. Na aproximação final ocorreu a parada do motor, e o piloto iniciou uma auto-rotação, mas o choque com o solo foi violento, provocando danos graves à aeronave. Os ocupantes, porém, permaneceram ilesos.

01 MAI - Polícia Militar do Rio G. do Norte - AS-350 (Esquilo) - PR-YFF

O helicóptero havia acabado de sair do solo, com o piloto e três passageiros a bordo, para um vôo de traslado do Quartel-General da PM do R. G. do Norte, em Natal, para o Centro Administrativo “Papódromo”, onde pernoitaria. Foi comandado um giro à esquerda para alinhar a aeronave com o eixo de decolagem, mas ao ser comandado o pedal esquerdo, a aeronave girou mais rapidamente do que o esperado. Tentando parar o giro, o piloto comandou o retorno do helicóptero ao solo, com tendência para trás e em diagonal. A aeronave colidiu então as pás do rotor principal com o solo e tombou à direita, sofrendo avarias graves. O piloto e um passageiro sofreram lesões leves e os demais saíram ilesos.

16 ABR - Unifly Escola de Pilotagem - Robinson R-22 - PT-YBF

O helicóptero havia decolado do Heliponto Paradise Golf (SNWW), em Mogi das Cruzes - SP para um vôo local de instrução, tendo a bordo instrutor e aluno. Durante o procedimento de pouso naquele heliponto, houve perda de controle da aeronave, que tocou o solo bruscamente, tombando em seguida. Os dois ocupantes permaneceram ilesos, mas a aeronave sofreu avarias graves.

06 FEV - Helibras - EC-120 B (Colibri) - PP-MHG

O helicóptero estava realizando um vôo de demonstração de performance para um pretendente à compra do mesmo, sobre um terreno próximo à represa de Guarapiranga, em São Paulo - SP. A bordo encontravam-se o piloto demonstrador, que operava a aeronave, o interessado na compra (que também é piloto de helicóptero) e dois passageiros. Durante manobra de deslocamento lateral, ocorreu uma perda de sustentação, com toque do esqui direito com o solo, enterrando a cauda na grama. Isso causou o rolamento da aeronave à direita e toque das pás do rotor principal com o solo, seguido de tombamento da mesma para o lado direito. Todos os ocupantes saíram ilesos, mas o helicóptero sofreu danos graves.

,

,

2002

.

28 DEZ - Prática Táxi Aéreo - Bell 206 L3 (Jet Ranger) - PT-HTQ

O helicóptero decolou de Fortaleza (SBFZ) às 08:50h (local) com plano de vôo para o heliponto de Paracurú (SNHB), ambos municípios do Estado do Ceará, com o piloto e quatro passageiros. Ao aproximarem-se de Paracurú, os passageiros solicitaram ao piloto que prosseguisse até São Benedito, também no Ceará, onde deveria ser feito um sobrevôo na região, com pouso naquela localidade. Às 10:20h (local), ao término do sobrevôo em São Benedito, a aeronave foi atingida por forte rajada de vento e lançada em direção ao solo, ficando gravemente danificada. Seus ocupantes, porém, nada sofreram.

01 DEZ - Aeromaster Táxi Aéreo - Robinson R-44 - PT-YGK

Operado por um piloto, o helicóptero havia decolado de um terreno baldio para o transporte de três passageiros dentro da cidade de São Paulo - SP. Logo após a decolagem, a aeronave apresentou perda de potência, o que obrigou a um pouso de emergência. Esse procedimento não foi executado adequadamente e a aeronave chocou-se violentamente com o solo, sofrendo avarias graves. Seus ocupantes, porém, permaneceram ilesos.

22 NOV - Aeróleo Táxi Aéreo - Sikorsky S- 76 A - PT-HUI

O helicóptero havia decolado do Aeroporto de Macaé - RJ (SBME), com piloto e co-piloto a bordo, para um vôo de verificação após manutenção de ajuste nos motores. Quando a aeronave iniciou uma curva nivelada a 500 pés, os tripulantes ouviram um forte estampido seguido de uma tendência de giro descontrolado em espiral para a esquerda, o que obrigou a um pouso forçado na encosta de uma elevação a cerca de 8 km do Aeroporto de Macaé. Após o pouso, a tripulação abandonou o helicóptero, que permaneceu com os motores acionados e incendiou-se, sofrendo graves avarias. Os tripulantes tiveram lesões leves.

17 OUT - Jat Aerotáxi - Bell 206 (Jet Ranger) - PT-YBH

O helicóptero decolou do município de Três Lagoas - MS (SSTL), para um vôo de verificação de gasodutos para o IBAMA, com o piloto e cinco passageiros, tencionando seguir posteriormente para o Aeroporto de Campo Grande - MS (SBCG). Dois minutos após a decolagem, já a 800 pés, acendeu-se a luz indicadora de limalha, o que levou o piloto a decidir por um pouso para verificação. Em seguida, ouviu-se um forte estrondo no motor, seguido de perda de potência, iniciando-se uma auto-rotação. O pouso foi brusco e com o choque a pá do rotor principal cortou o “tail boom”. Houve incêndio, que foi controlado com extintor. Todos os ocupantes permaneceram ilesos, mas a aeronave sofreu graves avarias.

27 SET - Prática Táxi Aéreo - Bell 206 B (Jet Ranger) - PT-HVF

O helicóptero havia decolado do Aeroporto Pinto Martins (SBFZ), em Fortaleza - CE, para um vôo de controle ambiental, tendo a bordo o piloto e quatro técnicos do IBAMA e da SEMACE. O vôo era composto por quatro etapas e, na última, retornando para Fortaleza com 3:40 h de vôo, ocorreu o apagamento do motor em vôo. O piloto realizou um procedimento de auto-rotação, tentando desviar-se de obstáculos (casas e árvores), mas o helicóptero descontrolou-se ao tocar o solo, tombando e sofrendo graves avarias. O piloto sofreu ferimentos graves, três passageiros ficaram levemente feridos e um deles permaneceu ileso.

02 AGO - Caburaí Táxi Aéreo - Bell 206 B (Jet Ranger) - PT-HBV

O helicóptero decolou da área interna de um Pelotão de Fronteira do Exército, localizado no município de Surucucu - RR, para um vôo noturno até uma área indígena próxima a instalações da FUNAI, distantes aproximadamente 3 km. A bordo estavam o piloto e um auxiliar de mecânico. Logo após a decolagem, a aeronave veio a colidir com o solo, acidente que vitimou seus dois ocupantes. O helicóptero sofreu avarias graves.

11 ABR -Aeromil Táxi Aéreo - BK 117C - PT-YSP

O helicóptero realizava um vôo de treinamento de monomotor a baixa altura ( 200 pés) sobre uma pista de ultraleves no Sítio de Aviação da Represa de Guarapiranga, em São Paulo - SP. Após a redução do motor Nº 1, houve acentuada perda de rotação do rotor principal. Em seguida, com atitude cabrada, aeronave tocou o solo bruscamente com o rotor de cauda e o esqui de cauda, perdendo o “tail boon”. Com os impactos, a aeronave capotou, parando entretanto em posição normal. Os danos verificados foram graves, o piloto saiu ileso e o aluno e uma passageira sofreram ferimentos leves.

31 JAN - Tecplan Escola de Pilotagem - Robinson RH-22 - PT-YNI

O helicóptero realizava um vôo de instrução em uma pista de ultraleves localizada na área Sítio de Aviação da Represa de Guarapiranga, próximo a São Paulo - SP. Durante um treinamento de auto-rotação, o piloto perdeu o controle da aeronave, que chocou-se bruscamente com o solo, quebrando seus esquis. Em seguida, subiu um pouco, deslocou-se para frente e tocou novamente no solo, tombando à esquerda. Os dois tripulantes saíram ilesos, mas a aeronave ficou seriamente avariada.

.

.

2001

.

29 NOV - Aeromed Serviços e Táxi Aéreo - AS 350 (Esquilo) - PT-YAM

A aeronave decolou do Aeroporto Salgado Filho (SBPA), em Porto Alegre - RS, para realizar um vôo de observação para a Secretaria Estadual de Meio Ambiente (SEMA) sobre o município de Pinto Bandeira - RS, tendo a bordo o piloto e quatro passageiros. Ao sobrevoar o Vale do Rio das Antas, colidiu com um fio de eletrificação rural, que atravessava o rio, o que provocou a perda de controle da aeronave e sua colisão com a margem. Os cinco ocupantes faleceram no acidente, que destruiu completamente a aeronave.

14 NOV – TECPLAN Escola de Pilotagem - Robinson 22 - PT-YNH

Durante treinamento de auto-rotação realizado no Helicentro Tamboré (SDUC), município de Barueri - SP, o helicóptero chocou-se bruscamente com o solo, parando poucos metros à frente. A aeronave sofreu danos graves em seu esqui de pouso, nos rotores principal e de cauda e na fuselagem. Os dois ocupantes permaneceram ilesos.

27 JUL - Particular - Agusta A109E - PP-MPA

O helicóptero decolou de um heliponto operado pelo Grupo Pão de Açúcar na Avenida Paulista, com dois tripulantes e dois passageiros, seguindo para um outro heliponto particular na praia de Maresias, município de São Sebastião, no litoral de São Paulo. Durante a aproximação para pouso, encontrou condições meteorológicas adversas, vindo a colidir com o mar a cerca de 3 km da costa e submergindo em seguida. Um tripulante e um passageiro conseguiram sobreviver, nadando até a praia, mas os demais vieram a falecer.

14 JUL - Secret. de Seg. Pública de SP - HB 350 - PP-EOF

O helicóptero, com dois delegados e dois investigadores a bordo, estava envolvido em uma perseguição a criminosos em Guarulhos - SP, às 16:00h, aproximadamente. Quando da aproximação da aeronave, os bandidos, que haviam se refugiado em um bar próximo à Rodovia Fernão Dias, iniciaram uma troca de tiros com os policiais. O piloto, então, comandou uma rápida subida, o que fez com que o helicóptero se chocasse com uma rede de alta tensão, perdendo o controle e colidindo com o solo. Três ocupantes da aeronave faleceram no acidente, ficando o quarto em estado grave. A aeronave sofreu sérias avarias.

25 JUN - Helimar Táxi Aéreo - Hughes 369D - PT-HOV

O helicóptero, com o piloto e três passageiros a bordo, decolou do Heliporto do Recreio dos Bandeirantes - RJ (SDRE), para realizar um vôo de fotografia aérea, com duração estimada em 30 minutos. No regresso, durante a aproximação para o pouso, acendeu-se a luz de alerta de limalha seguida de queda de torque do motor. O piloto realizou um pouso em auto-rotação num terreno de turfa, no qual o impacto danificou seriamente a aeronave. Todos os ocupantes saíram ilesos.

25 ABR - Particular - HB 350B (Esquilo) - PT-HNO

O helicóptero realizava um vôo de instrução no Aeroporto de Jacarepaguá - RJ (SBJR), com quatro pessoas a bordo. Ao ser realizado um treinamento de pane hidráulica simulada durante o pouso, já no solo, ocorreu perda de controle da aeronave, vindo as pás do rotor de cauda a colidir com o terreno, o que fez com que a aeronave tombasse para o lado, causando avarias graves na mesma. Os ocupantes nada sofreram.

25 ABR - Particular - Bell 206B (Jet Ranger) - PT-HXZ

O helicóptero decolou do Heliponto Tamboré (SDUC), no município de Barueri - SP, com quatro pessoas a bordo, para um vôo local. Cerca de 30 segundos após a decolagem, ainda com pouca altitude, a aeronave teve uma redução de potência no motor, realizando uma curva acentuada para a direita e colidindo com o telhado de uma fábrica, onde incendiou-se. Os quatro ocupantes faleceram em conseqüência do acidente, que destruiu totalmente o helicóptero.

23 FEV - Castle Air Táxi Aéreo - Bell 407 - PT-YUM

O helicóptero decolou do Batalhão Florestal de São Gonçalo - RJ com quatro pessoas a bordo, entre elas o prefeito e o secretário de obras públicas do município, com a intenção de realizar um vôo panorâmico sobre favelas da região. Ao sobrevoar uma destas favelas, a aeronave experimentou uma perda de potência, e o piloto realizou procedimento de auto-rotação, pousando em uma área desabitada. Na operação, os esquis e a parte dorsal da aeronave ficaram danificados. O piloto feriu-se gravemente e os demais passageiros saíram ilesos.

.

2000

.

24 NOV – Cia. Energética de Minas Gerais (CEMIG) – HB 350 (Esquilo) – PT-YCJ

O helicóptero preparava-se para decolar com uma equipe de seis pessoas da CEMIG de um heliponto da Helibrás, em Itajubá – MG (SNHH), quando, durante o cheque hidráulico, a aeronave subiu repentinamente, pois o coletivo não encontrava-se travado. Na tentativa de controlá-la, o piloto realizou um pouso duro, que causou o tombamento da aeronave, que ficou seriamente danificada. Todos os ocupantes saíram ilesos.

11 NOV – Lux Stars Aerotáxi Ltda. – Robinson 44 – PP-MLL

O helicóptero decolou de um shopping center em Uberlândia – MG para transportar um passageiro até um evento social (festa) às margens de uma represa próxima ao município. O vôo ocorreu no período noturno, durante forte chuva, e a aeronave não era homologada para a operação IFR. Durante a aproximação para o destino, a aeronave perdeu o controle, vindo a se chocar com a superfície da água da represa. O piloto faleceu em conseqüência do acidente, e aeronave submergiu, sofrendo danos graves.

09 NOV – Aviação Agrícola Recreio – Hughes 369HS – PT-HHF

Após decolar do Sítio Estreito, no município de São Vicente Ferrer – PE, a aeronave, tendo apenas o piloto a bordo, realizava pulverização sobre uma plantação de bananas. Durante o quinto procedimento, chocou-se com uma rede elétrica de baixa tensão, perdendo o cone de cauda. Sem controle, veio a colidir finalmente com o solo, incendiando-se. O piloto escapou ileso.

24 AGO – Polícia Militar do Estado de Goiás – AS-355N – PP-EMV

O helicóptero decolou do Aeroporto de Goiânia – GO (SBGO) com seis pessoas a bordo, para sobrevôo da ponte do Rio Corumbá. Com cerca de 10 minutos de vôo, houve defasagem nos indicadores de temperatura dos motores. Na tentativa de igualar as temperaturas, optou-se pela redução da potência dos mesmos, ocorrendo em seguida perda de torque e indicação de limalha no motor esquerdo. Sem potência nesse motor e com potência reduzida no direito, os pilotos efetuaram pouso corrido. A aeronave capotou lateralmente, ficando seriamente avariada. Três dos seis ocupantes sofreram ferimentos leves e os demais saíram ilesos.

02 AGO – Líder Táxi Aéreo – Sikorski S-76 – PT-HRD

O helicóptero decolou do Heliponto Refinaria Presidente Bernardes, em Cubatão – SP com destino ao Aeroporto de Navegantes – SC (SBNF), às 08:15 hs, com cinco pessoas a bordo. O plano de vôo era visual, direto sobre o mar, mantendo 4.500 pés de altitude. Ao aproximar-se do litoral catarinense, informou estar descendo para 500 pés. A cinco minutos de Navegantes, informou ao controle de tráfego estar subindo para 1000 pés. Testemunhas afirmaram ter ouvido o som do helicóptero voando por entre o denso nevoeiro que predominava na região e, a seguir, uma forte explosão. Os cinco ocupantes faleceram no local e a aeronave ficou completamente destruída.

03 JUL – Particular – Bell 407 – PT-YBV

O helicóptero, com sete pessoas a bordo, realizava um vôo panorâmico a baixa altura sobre a região do pantanal mato-grossense, próximo ao município de Corumbá - MS, quando veio a colidir com arbustos, tocando, em seguida o solo. Após essa colisão, houve perda de controle da aeronave, que subiu um pouco em espiral e precipitou-se violentamente contra o terreno pantanoso. Um dos ocupantes feriu-se gravemente, quatro sofreram ferimentos leves e um permaneceu ileso. A aeronave ficou seriamente avariada.

01 JUN - Dorinho’s Táxi Aéreo Ltda. – Robinson 44 - PT-YJD

O helicóptero decolou do aeródromo de Campo de Marte -SP (SBMT) às 21:46 h, com destino ao Helicentro Morumbi - SP (SDHM), com quatro pessoas a bordo. Não realizou o pouso no local, seguindo em direção ao município de Ourinhos - SP. A aeronave colidiu com o solo na Fazenda Serra Linda, município de Itatinga - SP, explodindo em seguida. Os quatro ocupantes faleceram no local.

30 ABR – América Air Táxi Aéreo - Robinson 44 - PT-YPY

Logo após a decolagem de Carmo do Paranaíba - MG, o helicóptero experimentou uma parada do motor, chocando em seguida com o solo em uma plantação de café. O piloto e os quatro passageiros que se encontravam a bordo saíram ilesos, mas a aeronave sofreu danos graves.

20 ABR - Particular - Bell 206 B - PT-HOZ

O helicóptero decolou de Volta Redonda - RJ (SDVR), com três pessoas a bordo, para realizar um serviço de inspeção de linha de transmissão de energia elétrica. Próximo ao município de Piraí - RJ, experimentou perda de potência do motor, vindo a chocar-se com o solo. Um passageiro faleceu no local e os demais ocupantes tiveram ferimentos leves. A aeronave sofreu danos graves.

03 FEV - Kovacs Táxi Aéreo - Bell 206 B - PT-HON

O helicóptero decolou de Tucuruí – PA (SBTU), com destino a Cametá – PA, para um vôo de inspeção em uma linha de transmissão de alta tensão para a Eletronorte, levando o piloto e 3 passageiros. A cerca de 70 km de Cametá, encontrou mau tempo e em seguida o helicóptero colidiu com a rede elétrica, prendendo-se a um fio. Isso fez com que o piloto perdesse o controle da aeronave, que veio a colidir com o solo. O piloto faleceu no local, um dos passageiros sofreu ferimentos graves e os demais feriram-se levemente. A aeronave ficou gravemente danificada.

02 FEV - North Star Táxi Aéreo Ltda. - AS-350 BA - PT-HNS

O helicóptero decolou de Pacoti Riachão – CE para Itaitinga – CE, transportando o piloto e três passageiros. Após aproximadamente 15 minutos de vôo, a aeronave experimentou falha de motor seguida de perda de potência, o que obrigou o piloto a um pouso forçado. Este foi realizado de forma brusca, uma vez que não se conseguiu efetividade no “flare”. Após atingir o solo, o helicóptero girou para a esquerda, terminando por tombar. Os ocupantes sofreram ferimentos leves e a aeronave ficou seriamente danificada.

18 JAN - Polícia Militar do Estado de São Paulo - HB 350 BA (Esquilo) - PP-EOG

O helicóptero decolou do Campo de Marte – SP, para uma operação de apoio policial a uma perseguição de criminosos, transportando quatro policiais militares. Próximo ao município de Mairiporã, na vertical da Rodovia Fernão Dias, a aeronave colidiu com fios de uma rede de alta tensão, que se encontrava sem os dispositivos de balizamento, chocando-se em seguida com o solo. Os ocupantes sofreram ferimentos leves e a aeronave teve danos graves.

01 JAN - Helimed Aero Táxi Ltda. - AS 350 B2 (Esquilo) - PT-HZQ

O helicóptero decolou da residência oficial do Governo do Distrito Federal com destino a uma residência particular, transportando o piloto e dois passageiros. Após o pouso, uma passageira desembarcou pelo lado esquerdo da aeronave e, quando tentava passar por baixo do cone de cauda, foi colhida pelo rotor de cauda, vindo a falecer. A aeronave sofreu danos leves.

.

,

. . . .
Este site está em The Best Aviation Sites
. . . .

Desde 2006 ® Direitos Reservados - Jorge Tadeu da Silva